Skip to content

Depressão pós-parto afeta homens também? É sério!

Cerca de 1 em cada 10 homens experimentam depressão pós-parto paterna (DPP) após o nascimento de uma criança. Saiba o que faz com que a DPP e os sintomas sejam observados.

Geralmente, nós fazemos a associação da depressão pós-parto como um problema que atinge somente às mulheres – certo! É fato que as mamães estão mais propensas ao distúrbio – isso acontece por conta das flutuações hormonais em seu corpo e outras séries de fatores.

Mas você saiba que a depressão pós-parto também afeta homens em todas as partes do mundo.

depressão pós-parto afeta homens e mulheres

Isso mesmo! Os novos papais também podem ser afetados pelo distúrbio, assim como as mamães. Isso é normal e desaparecerá dentro de alguns dias.

Porém, se o problema persistir, o psicológico com desordem vai continuar e desenvolver alguns sintomas incomuns.

Caso um homem esteja com depressão pós-parto masculina é necessário procurar ajuda e intervenção médica para controlar e eliminar quaisquer sintomas. De modo geral o tratamento é bem sucedido.

Se você quer saber quais são os sintomas que afetam os homens, confira abaixo:


Sintomas de depressão pós-parto em homens.

Os sintomas de depressão pós-parto nos pais são parecidos com os das mães, no entanto nos homens pode ser um pouco mais difícil diagnosticar e identificar, pois os sintomas ocorrem gradualmente.

De acordo com estudos da Pacific Post Partum Support Society, a depressão pós-parto afeta 25% dos homens durante o primeiro ano de nascimento do filho, e os sintomas e sinais mais comuns de depressão e ansiedade pós-parto nos homens apresentados são:

  • Sentir-se triste e deprimido.
  • Sente raiva com mais facilidade e rapidez com outras pessoas.
  • Frustração ou maior irritabilidade.
  • Perda significativa de interesse em sexo e em todas as outras atividades diárias.
  • Grande ganho ou perda de peso ou vice-versa.
  • A incidência de insônia à noite e sono contínuo durante o dia.
  • Esta sempre cansaço e perde energia rapidamente.
  • Sentindo-se preguiçoso e sem valor.
  • Não consegue se concentrar, tomar decisões e sem motivação.
  • Se afasta das pessoas e tenta se manter isolado a maior parte do tempo.
  • Maior consumo de álcool ou drogas prescritas.
  • Tendencia para comportamento violento.
  • Sentindo-se desencorajado; cinismo.
  • Submete-se a direção imprudente ou casos extraconjugais.
  • Impulsividade ou assumir riscos com comportamentos imprudentes.
  • Tem pensamentos negativos e sombrios.
  • Perda de interesse no trabalho, hobbies e / ou sexo.
  • Pensamentos de suicídio ou morte.

O que causa depressão pós-parto em homens?

Não existe ao certo nenhum estudo que fale exatamente as causas da depressão pós-parto em alguns papais de primeira viajem ou homens que já tenham outros filhos.

Há algumas possibilidades que associam a depressão a alterações nos níveis de testosterona ou outros hormônios no sangue, como estrogênio, prolactina, cortisol.

Pode estar relacionada também ao estresse do dia a dia, falta de sono e sensação de responsabilidade por proporcionar uma boa vida à nova criança.

Ou então, por não ver as “primeiras fases do filho“, como o primeiro sorriso, primeiros passos, primeiras palavras e assim por diante.

o que causa depressão pós-parto em homens

Fatores de risco para homens com depressão pós-parto.

Homens casados podem ter depressão pós-parto com mais facilidade (2,5%) em casos no qual seus parceiros também são diagnosticados, se comparados a pais solteiros ou separados.

Além disso, existem alguns fatores de risco que aumentam consideravelmente as chances de um homem contrair depressão após o nascimento do seu filho, veja abaixo:

  • Tensão do relacionamento sexual com o parceiro.
  • Tensão das relações sociais e interpessoais.
  • O nascimento de uma criança que sofre de problemas de saúde.
  • Falta de apoio de amigos e familiares.
  • Problemas econômicos e recursos de renda limitada (como pouco dinheiro e muitas dívidas)
  • Abuso de drogas ou consumo de álcool.
  • O sentimento de exclusão do pai e exclusão do vínculo entre a mãe e a criança e começa a sentir ciúmes.
  • Sentindo-se com dificuldade de estabelecer um bom relacionamento com seu novo filho, dando-lhe a sensação de desamparo e falta de recursos.
  • O sentimento do pai sobre a necessidade de se adaptar aos novos papéis e tarefas que lhe foram confiados ao parceiro e ao novo filho.

O efeito da depressão pós-parto do pai na família.

O efeito da depressão do pai tem um peso enorme na família. Pois o pai depressivo não consegue lidar com a parceiro e com o novo filho, e nesses casos, podem acontecer agressões psicológicas, verbais e até mesmo físicas.

Um pai com depressão não entende a necessidade de construir um relacionamento com o filho e não interage como deve ser.

Nestes casos, é muito provável que isso afete de forma negativa o comportamento e o emocional da criança futuramente.

Algumas pesquisas mostram que o comportamento do pai com depressão podem ocasionar em problemas no desenvolvimento do novo filho.


Tratamento da depressão pós-parto em homens.

É possível encontrar grupos de apoio e prevenção a depressão pós-parto. Os especialistas e profissionais o ajudarão a construir um plano adequado para você e também para sua família, de forma que não afete o desenvolvimento da criança.

Além disso, o pai com depressão pode recorrer a ajuda com amigos mais próximos, familiares e, assim como as mães, os pais são aconselhados a manter a mente em perfeito estado com exercícios diários, dieta saudável e muito repouso.

Caso isso não muda a sua realidade, é vital que você procure um médico especialista.

Deixe seu Comentário
Aqui os melhores serviços e novidades do Facebook em 2019.Facebook
+ +